Tipos de rotulagem



A rotulagem, também chamada de marcação de produtos, é uma obrigação das empresas e também um direito do consumidor. Isso é algo constante na legislação, para a lei, serve para deixar claro ao consumidor as informações sobre um determinado produto.

Já para as empresas, é um importante instrumento de venda, o qual ajuda a atrair compradores e estampa a identidade visual de uma marca. Então, é possível compreender os rótulos como recurso para informações sobre um produto e comunicação com o cliente, além de carregar em si a marca de uma empresa.

Saiba mais sobre a rotulagem, o que diz a legislação e quais são os tipos principais.

O que regulamenta a rotulagem

Como dissemos, a presença dos rótulos é uma obrigação. O Artigo 273, do Decreto nº 7.212 de 15 de junho de 2010, traz todas as informações que devem constar em um rótulo de produto industrializado. Dentre eles, há aspectos como número de CNPJ da empresa, endereço do estabelecimento, entre outros. Há detalhamento das exigências para alguns tipos de produtos, inclusive amostras grátis.

Para os consumidores, é um recurso de informações, como composição do produto, dados nutricionais no caso de alimentos, entre outros. Já na perspectiva das marcas, vai além disso, é transformado em um recurso que chama a atenção dos seus clientes e carrega a sua identidade visual. Quando há a obediência da regulamentação dessa prática ambos saem em vantagem, empresa e consumidor.

Tipos de rotulagem

• Rotulagem termoencolhível(Sleeve): Esse tipo de rótulo envolve todo o recipiente do produto, produzindo mais espaço para informações ao cliente. O calor é a ferramenta usada para fixação na embalagem, não há presença de cola nesse tipo. Normalmente é feita em material PVC ou PETG, com uso de softwares específicos.

• Rotulagem autoadesiva: É feita depois do sopro, é fixada por meio de cola, a qual possui variações de acordo com a superfície. A sua versatilidade é grande, pois atende a diversos tamanhos de embalagem, até galões de produtos químicos. As suas vantagens incluem baixo custo, alta resistência e facilidade de aplicação.

• Rotulagem hot melt: Essa rotulagem é adesiva também, entretanto, usa a base de borracha natural ou sintética. É ideal para frascos de vidro, por exemplo, pois permite a retirada com facilidade e reciclagem da sua embalagem.


Esses são os principais tipos de rotulagem existentes no mercado. O primordial na hora de escolher os materiais e técnicas é ver aquilo que se aplica melhor ao produto. Seja para trazer as informações necessárias ou mesmo para que fique devidamente aplicado em um determinado material de embalagem: plástico, vidro, papel, entre outros.

A rotulagem é algo que abrange necessidade e obediência às leis. Há hoje várias técnicas a fim de modernizar essa prática, com diferentes materiais e novas formatações surgem de acordo com a necessidade do mercado.

Agora você já conhece os principais tipos e pode compreender aqueles que se aplicam melhor ao que o seu produto precisa.

Interessado em nossos serviços? Clique aqui, veja mais sobre os nossos produtos!