Os principais filmes utilizados nas embalagens flexíveis e para que servem



Mais do que elementos de conservação dos alimentos, as embalagens são importantes na identificação e distribuição dos produtos e fontes de informação ao consumidor. E quando o assunto são as embalagens flexíveis, moldadas pelo formato do que acondicionam, ainda maior é a variedade de opções no mercado.

Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Embalagens (ABRE), o consumidor é fortemente influenciado pelo pacote na hora de escolher a mercadoria. Daí, a importância de optar pelo material que mais agregue valor ao produto. Conheça os principais tipos de filmes utilizados nas embalagens flexíveis.

5 principais filmes para embalagens flexíveis

Apesar de amplamente utilizadas no setor alimentício, essas embalagens também são aplicadas na indústria farmacêutica, de cosméticos, produtos de higiene e limpeza. Para que atendam às necessidades de acondicionamento dessa variedade de produtos, são produzidas com diferentes tipos de filmes. Veja a seguir.

    • Filme transparente

      Esse material se destaca pela proteção contra a luz e excelentes propriedades de acondicionamento. Por causa a da transparência, o produto fica visível ao consumidor e, principalmente, no setor alimentício, possibilita a compra da mercadoria com mais segurança. Pode ser utilizada como embalagem única, já com a marca e demais informações impressas ou como uma das camadas de proteção.

    • Filme opaco/branco

      Ligeiramente mais sensível, é usado em embalagens que não exigem um nível tão alto de proteção. Como o transparente, esse filme também pode ser utilizado em embalagem única, ou com proteção extra para o produto. É considerado um dos materiais mais sustentáveis.

    • Filme mate/fosco

      Mais modernas, com acabamento fosco e textura aveludada, embalagens com esse material podem ou não ser transparentes. Esse tipo de filme ainda pode ser aplicado em partes específicas do pacote, como forma de valorizar determinadas informações do produto, como a marca.

    • Filme metalizado

      Material com eficiente proteção contra danos mecânicos e penetração de luz e com alto teor de conservação da mercadoria. Sem contar que o aspecto metalizado deixa a embalagem visualmente mais atrativa. Bastante utilizado na indústria alimentícia, esse tipo de filme é ideal para embalar produtos que precisam manter-se crocantes no maior prazo possível.

    • Filme com laminação

      Entre as principais características desse material estão a alta resistência a interferências e influências externas e barreira contra a luz. Embalagens com esse tipo de filme, são ideais para acondicionar produtos mais gordurosos pela capacidade de conter a liberação do óleo. Altamente funcionais, podem ser utilizadas para acondicionar qualquer tipo de produto.

Vantagens e benefícios

Além do crescimento registrado nos últimos anos, o setor de embalagens flexíveis mantém as projeções de mercado positivas, como mostram os números mais recentes da Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis (ABIEF). Veja duas das principais razões para esse bom desempenho:

    • Custo menor de fabricação e menos desperdício: Justamente por se adaptar à forma do produto a ser embalado, não há desperdício de matéria-prima e, consequentemente, menores os custos de produção. Economia para a indústria que se reflete no preço da mercadoria ao consumidor final.

    • Preocupação com a sustentabilidade: Sem excesso de materiais e menos desperdício na produção das embalagens, a quantidade de lixo produzido ao fim das etapas de consumo é menor. Além disso, na fase de fabricação, como não são exigidos processos complexos de industrialização, menores os danos causados ao meio ambiente.

Deseja saber mais sobre embalagens flexíveis e outras soluções no mercado de packaging? Clique aqui e baixe o nosso catálogo!