Melhores lugares nas gôndolas e pratelerias



A disposição dos produtos em um estabelecimento comercial não acontece de forma aleatória, mas sim seguindo um planejamento estratégico. As gôndolas têm mais funções do que somente expor produtos, ela diretamente está ligada a força de vendas da empresa. Todos os produtos ali obedecem a um objetivo e compreendê-los faz toda a diferença para o resultado final. Por isso é necessário entender os melhores lugares nas gôndolas.

Guie o cliente para a compra que você deseja que ele faça

Um supermercado, loja de departamento ou qualquer outro estabelecimento varejista trabalha com o chamado autosserviço, que é quando o próprio cliente tem acesso aos itens que tem interesse. Esta prática simples traz comodidade ao consumidor em fazer as suas escolhas, além de ser algo funcional, prático e dinâmico. Neste sentido é que a forma com que as gôndolas são organizadas faz toda a diferença, ela tem que ser uma aliada do empresário.

Poucos são os que chegam dentro de uma loja tendo em mente exatamente o que desejam e precisam comprar. A grande maioria da decisão de compra acontece enquanto ele está em frente às gôndolas analisando os produtos. Alguns fatores influenciam a sua decisão como: preço, qualidade, aparência e visualização. Este último diz respeito à disposição correta dos produtos nas prateleiras, afinal, o cliente tem que achar o que procura e também encontrar o que não era a sua primeira intenção de compra.

O pensamento estratégico para a organização das gôndolas atua diretamente na quantidade de venda daqueles produtos, bem como no seu giro. As pessoas são muito visuais, por isso as prateleiras devem seguir um padrão de disposição que leve os consumidores a achar os produtos, comunicando-se de forma atraente. Quando este planejamento é feito e aplicado, os melhores lugares nas gôndolas preenchidos de forma satisfatória, as vendas e a credibilidade crescem.

Evite erros e destaque de maneira correta os produtos

Os erros mais comuns cometidos pelos varejistas na hora da organização das prateleiras acontecem por eles não conhecerem bem os seus clientes. Portanto, é preciso observar o comportamento deles durante todo o período em que ele entra na loja, perceber sua interação com a gôndola e a forma como ele efetiva a compra. Também se deve traçar um planograma em que cada grupo de produtos distinto esteja em seus espaços, sem misturar.

Para destacar os melhores lugares nas gôndolas, deve-se ter cuidado com a disposição de sentido dos itens. A organização horizontal dos produtos cansa os clientes se toda loja estiver desta maneira. O vai e volta pelo corredor para conhecer todas as marcas e tipos disponíveis cansa e incomoda o consumidor.

Desta forma é possível concluir que a melhor forma de expor os produtos é através de um posicionamento vertical e em blocos, além de estarem da direita para a esquerda. Assim, você não só destaca o que deseja, mas faz com que o consumidor siga o fluxo, naturalmente as pessoas olham mais para a direita.

Por fim, o destaque das promoções faz toda a diferença para as vendas, os produtos têm que estar no lugar certo. O melhor lugar na gôndola para eles é na ponta delas porque sempre atrai atenção e a partir daí o interesse em adquirir. Além disso, as promoções devem estar dispostas em quantidade. O mais e o certo são dois fatores determinantes na decisão de compra de um cliente.

Acompanhe mais do nosso blog, conheça sobre diversos outros temas.