Cuidados na elaboração do logotipo da sua marca



É fundamental tomar alguns cuidados na elaboração do logotipo da sua marca. Leve em conta que ele deve fazer seus clientes se lembrarem rapidamente dela, onde quer que esteja impresso. Até porque ele vai acompanhar seu negócio por anos, e mesmo se for preciso que passe por uma reformulação, algumas características vão continuar presentes, para que o público e o imaginário coletivo conquistados não sejam perdidos.

Assim, este texto pretende apontar alguns desses cuidados. Fique conosco!

Branding

Branding envolve todos os aspectos da comunicação entre a sua marca e o público consumidor dela. Um dos quesitos mais importantes nesse sentido é saber o máximo possível sobre seu nicho de mercado:

-Poder aquisitivo;

-Faixa etária;

-Gênero;

-Escolaridade;

-Profissão;

-Hábitos de consumo;

-O que a concorrência já oferece para seu público? Quais as expectativas dele com relação a esse produto / serviço? Esses desejos são atendidos? Como?

-Qual diferencial você vai oferecer?

-Como seu público consome informações? Que redes sociais utiliza e com que frequência?

-Que símbolos, cores e fontes melhor se comunicam com esse público, ou seja, melhor refletem suas expectativas?

-E tudo o mais que for importante para responder à pergunta “Para quem você está vendendo?”.

Só depois desta pesquisa feita é que entra a parte de criação.

O design

Tudo isso é importante para desenvolver o conceito do seu negócio. Estas informações facilitam bastante o trabalho de criação do designer, que já terá algumas referências para a elaboração do logotipo da sua marca.

O logotipo é formado por um símbolo e uma parte escrita, embora às vezes possa ter somente o símbolo. A parte escrita pode ser só o nome da marca, ou seu nome e lema.

Assim, dentro dos cuidados na elaboração do logotipo da sua marca, o primeiro ponto a se pensar é na simplicidade do conjunto, ideia também conhecida por “menos é mais”. Preocupe-se em associá-la a um símbolo que todos que virem compreenderão imediatamente. Mas sem redundância – um consultório de dentista não precisa usar a figura de um dente, por exemplo.

Se o logotipo tiver palavras, a fonte utilizada precisa ser legível a todos que a virem. Assim, não é recomendável usar fontes com desenhos complicados. Elas precisam ser mais simples, embora também não tão comuns. O ideal é que, inspirando-se no que já existe, o designer crie uma fonte para sua marca, e você a registre como propriedade intelectual da sua marca. Isso também entra no imaginário popular, lembra da Coca-Cola?

Que cores você vai usar? Elas serão a identidade visual da sua empresa. Para escolhê-las, o melhor é basear-se na psicologia das cores e na pesquisa com seu público.

Um dos erros mais corriqueiros na criação de logotipos é não testar o resultado final sobre vários fundos e materiais, para ver se não saem com distorções ou impossíveis de ler. Você precisa determinar o padrão do logotipo, e as variações possíveis para cada circunstância, a fim de manter inconfundível a identidade visual da sua empresa, mesmo quando ela tem que se adaptar a certas situações. Tudo isto deve constar do Manual da Marca.

Leia mais sobre o assunto:

- Saiba qual a importância do nome do produto no PDV

- Por que investir na Identidade Visual dos seus produtos?

Acompanhe o nosso blog e redes sociais! Estamos cheios de dicas, estudos de tendências e consumo para alavancar e fortalecer a sua marca.